CFTV e sua eficiência para prevenir perdas no varejo

Os últimos levantamentos realizados pelo comércio varejista brasileiro apontam prejuízo de cerca de 2,25% do faturamento líquido dos estabelecimentos, contabilizando perdas de mais de 1 bilhão de reais. Todas essas perdas no comércio são associadas a roubos e furtos. Os dados fazem parte de estudo do Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo e Mercado de Consumo (IBEVAR), em 2019.

“Os empresários brasileiros sabem da importância de ter ferramentas que ajudem a minimizar as perdas em seus supermercados, padarias, indústrias, e as câmeras de segurança ou CFTV (Circuito Fechado de televisão) é umas das soluções mais comuns e mais utilizadas. Além de registrar atitudes suspeitas, as câmeras fazem o monitoramento de toda a atividade do estabelecimento, servindo como um auxílio na hora de coordenar as equipes”, observa Claudio Gaspari, CEO da Veolink, empresa do Grupo Graber.

O sistema de CFTV tem experimentado uma evolução muito grande nos últimos anos, passando de uma topologia inicialmente analógica, para uma digital que passou a oferecer uma enorme variedade de possibilidades ao usuário, principalmente quando mesclada com sistemas de monitoramento baseados em I.A. (Inteligência Artificial). A partir dessa junção de tecnologias, os sistemas de CFTV começaram a oferecer não apenas as tradicionais opções de visualização em tempo real por um operador e registro de gravações de eventos, tornando-se importantes atores nos sistemas de segurança.

Utilizando a capacidade de análise desses sistemas, é possível aumentar a eficiência na detecção de invasões; movimentações indevidas de produtos e equipamentos; controle de circulação de pessoas e veículos; incêndios e muitas outras de maneira automática, eliminado assim custos com mão de obra e reduzindo falhas humanas causadas por fadiga dos operadores. Além da funcionalidade de segurança as câmeras também podem ser utilizadas para melhoria dos processos de vendas como por exemplo, fornecendo análise de mapas de visitação, possibilitando ao varejista identificar horários e locais de exposição mais importantes na planta. Outros recursos específicos também podem ser avaliados.

Existe também a possibilidade de se fazer o monitoramento parcial ou totalmente remoto, unificando diversas plantas em uma única central, reduzindo ainda mais os custos e minimizando os riscos na operação do sistema de segurança.

FONTE: gazetadasemana

ARTIGOS RELACIONADOS

Lombada eletrônica educativa pode se tornar solução em condomínios residenciais

Alguns motoristas não respeitam o limite de velocidade imposto em vias públicas, e até em locais como os condomínios residenciais. No “Maio Amarelo” marcado por campanhas de alerta sobre acidentes no trânsito, a Veolink oferece uma solução para garantir a fiscalização e a conscientização. “A instalação de uma lombada eletrônica

Soluções inovadoras e customizáveis na mineração

Setor precisa de uma segurança especializada que ajuda na performance do negócio Minas Gerais e Pará são os maiores produtores de minério de ferro do país, portanto, são os Estados que mais receberão investimentos até 2028. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Mineração-Ibram- as empresas de mineração devem investir cerca

Sistemas de segurança apresentam boa performance na vigilância do Agro

O CFTV é uma das soluções disponíveis para a segurança do agronegócio A economia do Brasil é diversificada e uma das maiores do mundo. Baseada em setores como agricultura, indústria e serviços, o país possui uma grande variedade de recursos naturais, desde terras férteis e ricos depósitos minerais. A agropecuária

Veolink implanta base avançada no Centro-Oeste

O agronegócio brasileiro vem em crescimento ano após ano, colocando o Brasil como uma das potências mundiais do setor e grande produtor e exportador de diferentes produtos, como celulose, café, soja, milho, carne bovina, açúcar e suco de laranja. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE),