Confira a importância da segurança perimetral para sua empresa

Há diversas técnicas para impedir que pessoas não autorizadas entrem em sua propriedade residencial ou empresarial. A segurança perimetral é uma delas. Essa técnica baseia-se na disposição de barreiras ao redor do perímetro que será protegido, agindo como uma fronteira protetora essencial para o sistema de segurança. Um de seus benefícios é identificar prováveis situações de ameaça, como movimentações suspeitas em torno da área monitorada por exemplo, além de ser um inibidor de possíveis ações invasoras.

E você sabe a importância desse tipo de segurança e por que você deve instalar um na sua casa ou empresa? Se não, acompanhe esse texto e descubra!

Por que investir em segurança perimetral é importante?

Devido ao constante aumento de criminalidade nas grandes cidades, se torna essencial se preocupar com a proteção do seu patrimônio, usando de diversos métodos de vigilância patrimonial. Uma segurança perimetral bem planejada com recursos adequados é um investimento que gera mais proteção e bem-estar aos seus empregados, otimização dos processos de segurança e redução de gastos. Um recurso que não pode ser dispensado neste tipo de investimento é a atuação de especialistas de segurança, garantindo que todas as fases do processo de proteção sejam realizadas e que as ações complementares que forem necessárias sejam tomadas.

Iremos então, agora, explicar quais são as ferramentas utilizadas em cada tipo de proteção de perímetro, para que você possa compreender melhor a necessidade e a dimensão do investimento em segurança para a sua empresa.

Tipos de barreiras na segurança perimetral

Essencialmente há 3 tipos de segurança perimetral, conhecidas como barreiras. Um projeto de proteção bem planejado utiliza combinações simultâneas de diversas barreiras, de acordo com a necessidade do perímetro, aumentando a efetividade de todo sistema de segurança. As barreiras são:

Barreiras tecnológicas

A tecnologia é um importante instrumento não só na defesa de perímetro, mas em toda vigilância patrimonial em si. Equipamentos para monitoramento como câmeras de segurança, sensores e alarmes, são tipos de barreiras tecnológicas muito eficazes para inibir um provável ato criminoso. Câmeras podem detectar movimentações suspeitas de carros e pessoas em torno do imóvel e alarmes podem apontar o início de uma invasão, por exemplo. Além de monitorar, esses instrumentos notificam quando existem ocorrências no perímetro, não importa onde você esteja, sendo possível assim se prevenir e proteger a sua propriedade.

Barreiras físicas

As barreiras físicas são muito competentes em impedir invasões, porque força uma dificuldade física para os intrusos, sendo também de uso bastante comum e de simples implantação. As barreiras físicas são compostas por muros, grades, portões e cercas elétricas colocadas em posições estratégicas e, para um bom resultado, combinadas com outro tipo de proteção, como câmeras e alarmes. Um muro muito alto com cerca elétrica, ou grades reforçadas nas janelas, além de fazer muitos criminosos desistirem de uma possível invasão ao imóvel, ainda faz a equipe de segurança ganhar tempo para atuar e impedir a entrada dos maus elementos.

Barreiras psicológicas

Há alguns instrumentos que não tem capacidade de impedir a entrada de um invasor, mas agem psicologicamente, criando uma incerteza e inibindo a ação de criminosos. De certa maneira, todos os exemplos de barreiras citadas acima possuem algum efeito psicológico, afinal de contas, todo tipo de proteção que esteja visível pode fazer um bandido pensar se vale mesmo a pena invadir a sua empresa. Placas proibindo a entrada, avisos de alarmes e câmeras de segurança, por exemplo, podem gerar receio em malfeitores e frustrar um roubo antes mesmo que ele aconteça. Esse tipo de barreira é muito utilizada em empresas e residências, mas não deve ser usada sozinha, pois ela é totalmente ineficaz diante de uma invasão real do imóvel.

A tarefa de cuidar da sua propriedade fica mais simples e eficiente se você contar com uma empresa que dispõe de grande experiência no mercado e especialistas extremamente qualificados. A Veolink conta com soluções eficazes e modernas em segurança perimetral, procurando responder a real necessidade do mercado e disponibilizando segurança, confiabilidade e tranquilidade para condomínios, shoppings, hospitais, empresas, escolas e vários outros tipos de imóveis. 

Se a segurança perimetral da sua empresa se resume apenas a uma placa de “Cuidado! Cão bravo!” exposta no portão principal, considere seriamente em instalar o monitoramento patrimonial da Veolink. Entre em contato com nossos especialistas e conheça mais dos nossos serviços.

ARTIGOS RELACIONADOS

Lombada eletrônica educativa pode se tornar solução em condomínios residenciais

Alguns motoristas não respeitam o limite de velocidade imposto em vias públicas, e até em locais como os condomínios residenciais. No “Maio Amarelo” marcado por campanhas de alerta sobre acidentes no trânsito, a Veolink oferece uma solução para garantir a fiscalização e a conscientização. “A instalação de uma lombada eletrônica

Soluções inovadoras e customizáveis na mineração

Setor precisa de uma segurança especializada que ajuda na performance do negócio Minas Gerais e Pará são os maiores produtores de minério de ferro do país, portanto, são os Estados que mais receberão investimentos até 2028. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Mineração-Ibram- as empresas de mineração devem investir cerca

Sistemas de segurança apresentam boa performance na vigilância do Agro

O CFTV é uma das soluções disponíveis para a segurança do agronegócio A economia do Brasil é diversificada e uma das maiores do mundo. Baseada em setores como agricultura, indústria e serviços, o país possui uma grande variedade de recursos naturais, desde terras férteis e ricos depósitos minerais. A agropecuária

Veolink implanta base avançada no Centro-Oeste

O agronegócio brasileiro vem em crescimento ano após ano, colocando o Brasil como uma das potências mundiais do setor e grande produtor e exportador de diferentes produtos, como celulose, café, soja, milho, carne bovina, açúcar e suco de laranja. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE),