Princípios de Segurança Física

Você sabe quais são os cinco princípios de um projeto de segurança física? Conheça a seguir esses princípios e veja como eles afetam seu cotidiano!

Todos nós estamos acostumados com a presença de sistemas de segurança física em nosso dia a dia: câmeras de vigilância, catracas para controle de acesso, cancelas em estacionamentos de às vezes não nos ocorre é que existe uma análise e planejamento anteriores à instalação do sistema, e que sua eficiência está diretamente relacionada com a qualidade deste trabalho!

Quer aprender quais são os princípios que um projeto de segurança física possui? Então leia o texto abaixo e aprenda quais são eles! E conheça também as ações que a VEOLINK está realizando para auxiliar, de forma gratuita, os profissionais de segurança que estão trabalhando em home office devido a pandemia do novo coronavírus. Confira!

 

O que é um projeto de segurança física? 

 

É importante compreendermos, em primeiro lugar, que a segurança física se refere ao conjunto de práticas, procedimentos e sistemas integrados que contribuem para a proteção dos ativos de uma empresa, instituição ou mesmo bens particulares.

Perceba que vários dos princípios aqui listados também valem para o mundo da segurança lógica —aquela que afeta computadores, sistemas informatizados, contas, credenciais eletrônicas, etc.

Existem várias etapas neste projeto (iniciando-se geralmente pelo levantamento dos bens que serão protegidos —sejam eles tangíveis, como pessoas, equipamentos ou veículos, ou intangíveis, como o faturamento da empresa, propriedade intelectual criada por um instituto de pesquisa, ou a reputação de uma organização), mas ao final o que se espera é que o sistema esteja instalado, funcionando e sendo mantido, para atender a cinco princípios que são seus objetivos básicos.

 

Primeiro Objetivo: impedir ou dissuadir

 

Vamos imaginar o seguinte cenário: um prédio pequeno, com um único piso, com uma entrada a partir de uma calçada movimentada em uma grande cidade. Dentro do prédio, ocupado por uma única empresa, existem várias salas, mas uma delas abriga um cofre no qual está guardado um objeto muito valioso. O primeiro princípio que um projeto de segurança deve seguir é o de dissuadir um possível intruso. Em outras palavras, desmotiva-lo de sua má intenção.

Isto pode ser feito de várias maneiras, incluindo medidas físicas, procedimentais e visuais. No nosso exemplo, uma ação simples é utilizar a iluminação adequada na fachada e no saguão do prédio, e instalar placas com mensagens que indiquem que o ambiente está sendo monitorado e filmado.

 

Segundo Objetivo: negar o acesso

 

Se o invasor estiver motivado o suficiente e ignorar as medidas de dissuasão, o segundo princípio do sistema de segurança é negar o acesso à área restrita.

Novamente, não é apenas a instalação de um sistema de controle de acesso físico que resolverá o problema; um projeto profissional levará em consideração outros elementos, inclusive elementos de construção civil, iluminação, comportamento dos ocupantes legítimos do prédio, para que a negação de acesso a pessoas indesejáveis seja bem-sucedida.

Do ponto de vista de utilização de sistemas, é usual a existência de uma recepção logo no saguão do prédio, com câmeras de monitoramento e cadastramento de visitantes, e possivelmente um conjunto de catracas para uma primeira restrição de acesso.

Cada sala do ambiente pode ter um controle de acesso próprio, com restrições de privilégios e mecanismos de verificação de identidade (cartão, biometria, teclado ou combinações entre eles) diferenciados por usuário.

 

Terceiro Objetivo: detectar uma intrusão 

 

Os dois primeiros estágios do sistema podem falhar, e uma pessoa conseguiu acesso a uma determinada área do prédio sem ter sido previamente autorizada.

Neste caso, esta pessoa já pode ser considerada um intruso; o terceiro princípio do sistema de segurança é detectar uma intrusão.

O pior tipo de intrusão é aquele em que a presença do intruso não foi percebida pela equipe de segurança; adicionalmente, é de suma importância que a detecção da intrusão ocorra o quanto antes.

Os sistemas de segurança que apoiam a detecção de intrusos incluem o próprio sistema de controle de acesso, sistemas de monitoramento por vídeo (inclusive com recursos automatizados, como vídeo-analíticos) e alarmes de intrusão, com disparo de alarme por detecção de presença ou movimento, com o uso de uma vasta gama de sensores. Uma vez detectado o intruso, é preciso partir para o próximo estágio… o quarto objetivo do projeto.

 

Quarto Objetivo: atrasar o progresso de um intruso 

 

 

 

Se o intruso já foi detectado, inicia-se uma corrida contra o tempo: supondo que ele seja uma pessoa má intencionada (e não simplesmente alguém desorientado ou perdido), cada minuto que passa prejudica as chances de sucesso da equipe de segurança.

Para melhor essas chances, entra em cena o quarto objetivo do sistema: atrasar o progresso do intruso.

No nosso exemplo, já sabemos que a sala com o cofre é o provável objetivo do intruso; o projeto deve, portanto, possuir mecanismos que retardem seu acesso a este cofre (e, principalmente, a seu conteúdo).é atrasar o progresso de uma pessoa a pé, mas de um veículo —para isto, existem recursos próprios, como cancelas, perfuradores de pneus (“garra de tigre”) e outros.

 

Quinto objetivo: viabilizar a solicitação de auxílio 

 

 

 

O quinto e último objetivo do sistema, que é acionado simultamente com o quarto, é viabilizar a solicitação de auxílio.

Além de incorporar recursos tecnológicos, um bom projeto deve incluir um sólido planejamento de cenários de intrusão, com criação de procedimentos operacionais padronizados, seu treinamento, reciclagem e evolução. Entre os recursos de comunicação que podem ser utilizados, temos os rádios comunicadores, smartphones, intercomunicadores VOIP e comunicadores para viva-voz.

Não é todo intruso que pode (ou deve) ser abordado por equipe de segurança particular; em vários casos, equipes de segurança pública devem ser envolvidas.

 

Como a Veolink vem ajudando a comunidade segurança de forma gratuita com relação ao COVID-19?

 

A Veolink é uma integradora de sistemas de segurança e controle do grupo Graber, que atua há mais de 40 anos no mercado de segurança, tornando-se líder no segmento. Por isso, a fim de prestar ajuda à comunidade de segurança, está oferecendo atendimento de consultoria de forma gratuita a todos os profissionais do setor que porventura estejam desenvolvendo soluções para suas respectivas empresas e que desejem se aprofundar e /ou tirar dúvidas.

Se você trabalha na área de Segurança Patrimonial e deseja contribuir com sua organização na elaboração de inovadoras soluções de segurança, aproveite os dias de home office e converse gratuitamente com nossos especialistas! Tire suas dúvidas e peça ajuda para seu projeto de arquitetura de sistemas de segurança. Acesse nosso site e reserve um horário com nossos especialistas.

Como você viu neste texto, um bom projeto de segurança físico deve seguir cinco princípios como seus objetivos finais, para ser eficiente e confiável. Quer criar um projeto específico para as necessidades de sua empresa ou organização, ou revisar seu sistema atual? Então entre em contato com a Veolink, converse com os nossos especialistas e conheça o nosso serviço de RFID e não deixe de reservar um horário para agendar horário para sanar dúvidas e solicitar ajuda para nossos especialistas de forma gratuita.

Compartilhar esse post

ARTIGOS RELACIONADOS

Soluções inovadoras e customizáveis na mineração

Setor precisa de uma segurança especializada que ajuda na performance do negócio Minas Gerais e Pará são os maiores produtores de minério de ferro do país, portanto, são os Estados que mais receberão investimentos até 2028. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Mineração-Ibram- as empresas de mineração devem investir cerca

Sistemas de segurança apresentam boa performance na vigilância do Agro

O CFTV é uma das soluções disponíveis para a segurança do agronegócio A economia do Brasil é diversificada e uma das maiores do mundo. Baseada em setores como agricultura, indústria e serviços, o país possui uma grande variedade de recursos naturais, desde terras férteis e ricos depósitos minerais. A agropecuária

Veolink implanta base avançada no Centro-Oeste

O agronegócio brasileiro vem em crescimento ano após ano, colocando o Brasil como uma das potências mundiais do setor e grande produtor e exportador de diferentes produtos, como celulose, café, soja, milho, carne bovina, açúcar e suco de laranja. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE),

Saiba quais as vantagens de um sistema de segurança customizado

O tema segurança nas indústrias é extremamente relevante, pois toda organização – independentemente do setor em que se encontra- precisa dela para operar bem. Desde grandes siderúrgicas, passando por empresas portuárias e de transporte, refinarias e até mesmo universidades precisam de um plano que minimize riscos aos seus funcionários e