Qual a importância de um gestor de segurança em uma organização

Na rotina de uma empresa, um profissional que tem grande importância é o gestor de segurança. Suas atividades estão relacionadas ao gerenciamento completo das ações de segurança da instituição. Ou seja, ele é o responsável pelas definições de planos e estratégias que visam à preservação de todo o patrimônio da organização, seus bens e pessoas.

Visto que suas atividades estão relacionadas a todos os setores da empresa, é imprescindível, ainda, que este profissional tenha facilidade em se comunicar com todo o quadro de funcionários, bem como entenda de outras áreas, como administração, legislação, gestão de pessoas e logística. Esse conhecimento amplo permitirá que ele lide com autonomia e autoridade em diferentes situações do dia a dia. 

Entre suas principais funções inclui-se o planejamento, a organização, a execução e o controle de todas as atividades relacionadas à segurança da empresa, seus bens e seus funcionários. Dessa forma, cabe ao gestor de segurança pensar em soluções físicas e eletrônicas de segurança, adequando os melhores métodos conforme as necessidades de cada departamento.

Perfil do gestor de segurança

Considerado peça-chave no quadro organizacional da empresa, o gestor de segurança possui formação em cursos superiores, tecnólogos ou especializações na área, o que garante um conhecimento amplo e atualizado sobre os métodos de trabalho. 

Considerando a importância de suas funções para garantir a proteção da empresa como um todo, é fundamental também que este profissional tenha facilidade em lidar com situações emergenciais e pensamento rápido e crítico para o controle de acontecimentos não previstos no planejamento. 

Suas habilidades devem ir além dos conhecimentos teóricos e práticos. É esperado que este profissional entenda sobre técnicas, métodos, tecnologias e equipamentos, estando sempre a par de novidades na área para que possa empregá-las em seu dia a dia. É essencial, ainda, que o gestor de segurança tenha pensamento crítico e analítico sobre a rotina da organização. Isto é, ele deve ter capacidade de entender as necessidades e os riscos de cada departamento para oferecer as melhores soluções em segurança caso a caso.

Dessa forma, entre as características de um bom gestor de segurança está a capacidade de entender e identificar situações que podem apresentar ameaças ou riscos para a empresa. Isso permitirá que ele esteja sempre à frente nas situações, prevendo e prevenindo possíveis crises futuras. 

Níveis da gestão de segurança

Na pirâmide organizacional, a gestão de segurança está subdivida em três categorias, que avaliam suas funções dentro da instituição. O Gestor de Nível Estratégico ou Institucional está no topo da pirâmide e diz respeito a diretores e superintendentes de segurança. Ou seja, são esses os profissionais responsáveis pelo planejamento estratégico de todas as políticas e ações de segurança dentro da empresa.

Já o Gestor de Nível Tático correspondente ao meio da pirâmide e está relacionado à atuação dos gerentes, responsáveis pelo planejamento tático e ligação entre o nível estratégico e operacional. O Gestor de Nível Operacional, por sua vez, corresponde aos supervisores e chefes de segurança. São eles os responsáveis pelas operações propriamente ditas, ou seja, a execução na prática dos serviços de segurança planejados pelos níveis anteriores. 

Devido ao crescente aumento na quantidade de sistemas e suas variações técnicas e de preço, é comum que este profissional se apoie em consultorias especializadas para o desenvolvimento do projeto desejado, evitando erros na contratação e especificação do sistema. 

ARTIGOS RELACIONADOS

Veolink implanta base avançada no Centro-Oeste

O agronegócio brasileiro vem em crescimento ano após ano, colocando o Brasil como uma das potências mundiais do setor e grande produtor e exportador de diferentes produtos, como celulose, café, soja, milho, carne bovina, açúcar e suco de laranja. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE),

Saiba quais as vantagens de um sistema de segurança customizado

O tema segurança nas indústrias é extremamente relevante, pois toda organização – independentemente do setor em que se encontra- precisa dela para operar bem. Desde grandes siderúrgicas, passando por empresas portuárias e de transporte, refinarias e até mesmo universidades precisam de um plano que minimize riscos aos seus funcionários e

2024 será um bom ano para o mercado de segurança eletrônica

Em 2022, o setor de segurança eletrônica faturou R$11 bilhões, de acordo com a Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança; expectativa para este ano é  crescer dois dígitos O ano de 2023 foi muito desafiador para a economia em geral, com exceção do agro. Entretanto, a expectativa

Mercado de segurança eletrônica projeta curva de crescimento em 2024 

Para o ano que vem, a aposta é que o setor cresça dois dígitos; CEO da Veolink está otimista e reforça investimentos da empresa em inovações tecnológicas Neste ano de 2023, a Veolink investiu pesado em inovação tecnológica dos produtos próprios como a plataforma de gestão de acesso Nautilus, uma