Redução de custos com sistemas inteligentes de proteção eletrônica

Não é segredo para ninguém: nos últimos tempos, a sociedade vem buscando novas alternativas para a redução de custos em diferentes áreas do dia a dia. E com a segurança não foi diferente. 

No passado, áreas industriais e condomínios empresariais controlados por equipes de segurança e porteiros eram comuns. Porém, uma alternativa eficaz e acessível tem ganhado espaço neste meio. Os sistemas inteligentes de proteção eletrônica são cada vez mais utilizados por quem busca qualidade, tecnologia e baixo custo quando comparado às demais soluções.

Também chamado de vigilância eletrônica, esse sistema é composto, em geral, por câmeras e sensores eletrônicos capazes de controlar a segurança de um determinado local, emitindo as imagens captadas para uma central onde ficam equipes especializadas responsáveis pela análise e controle do material. 

Estes sistemas eletrônicos têm como finalidade a captação de imagens, bem como a detecção de movimentos ou presença de pessoas, captação de sons e até mesmo a detecção de fumaça ou mudança de temperatura em um ambiente. Estas capturas são feitas, normalmente, por câmeras de segurança modernas e com diferentes funcionalidades. 

Conhecidos por todos, os sistemas de alarmes são utilizados como uma primeira barreira, emitindo sons ou luzes em caso de alterações que acionem seus sensores. Outro método eficaz e prático que vem sendo adotado tanto em edifícios residenciais quanto em empresas é o uso de tags ou cartões de acesso, bem como os sistemas de identificação de biometria, que avaliam dados das digitais, face ou íris do indivíduo, por exemplo.

Além disso, é possível incluir outros sistemas eletrônicos através de sensores que podem detectar movimentos, pressão, impacto e variações de temperatura e iluminação. Com isso, pode-se estabelecer a segurança de áreas críticas ou mesmo de ambientes completamente escuros. 

Câmeras de segurança

Um equipamento extremamente utilizado, a câmera tem papel fundamental na segurança de áreas residenciais, comerciais e corporativas. Os especialistas no assunto costumam dizer que as câmeras são revolucionárias no segmento da segurança patrimonial, pois possibilitam o monitoramento constante de áreas diversas, mesmo à distância. Além disso, com elas também é possível manter um acervo de imagens para pesquisa posterior, auxiliando em momentos específicos, quando se precisa, por exemplo, saber quem esteve no local em determinado dia e horário. 

O vídeo-monitoramento é uma alternativa eficaz, segura e acessível disponível atualmente no mercado. Há câmeras modernas com tecnologia de ponta que permitem a captação de imagens de alta qualidade, oferecendo, inclusive, reconhecimento facial. Além disso, existem equipamentos com funções ainda mais diferenciadas, como os sensores de movimento e até mesmo a detecção de temperatura, possibilitando a captação de imagens em áreas completamente escuras.

Biometria e reconhecimento facial

A biometria, com o passar dos anos, se tornou um método comum e extremamente utilizado em áreas com bastante circulação de pessoas – até mesmo smartphones contam com esta tecnologia atualmente. Com esse sistema é possível restringir a entrada em determinados locais, permitindo o acesso somente de pessoas autorizadas. Também costuma ser utilizado na entrada de empresas e edifícios residenciais, com o cadastro biométrico de moradores e funcionários, por exemplo. 

Já o reconhecimento facial ainda é utilizado em situações específicas e é, atualmente, considerado um dos métodos mais eficazes e seguros no controle de acesso. Enquanto alguns meios mais comuns, como cartões de acesso, podem ser facilmente utilizados por pessoas não autorizadas, com o reconhecimento facial, somente o indivíduo autorizado terá acesso ao local controlado. Este reconhecimento é feito por câmeras IP capazes de reconhecer em tempo real a face das pessoas cadastradas em seu sistema. 

Antigamente, estes sistemas eram caros e imprecisos. Devido à alta na demanda mundial e às novas empresas que entraram no segmento de produção, atualmente é possível adquirir equipamentos precisos e com excelente custo-benefício. Para isso, é importante contar com o aconselhamento de um especialista. Na Veolink, temos uma equipe altamente qualificada para auxiliar a sua escolha. 

ARTIGOS RELACIONADOS

Veolink implanta base avançada no Centro-Oeste

O agronegócio brasileiro vem em crescimento ano após ano, colocando o Brasil como uma das potências mundiais do setor e grande produtor e exportador de diferentes produtos, como celulose, café, soja, milho, carne bovina, açúcar e suco de laranja. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE),

Saiba quais as vantagens de um sistema de segurança customizado

O tema segurança nas indústrias é extremamente relevante, pois toda organização – independentemente do setor em que se encontra- precisa dela para operar bem. Desde grandes siderúrgicas, passando por empresas portuárias e de transporte, refinarias e até mesmo universidades precisam de um plano que minimize riscos aos seus funcionários e

2024 será um bom ano para o mercado de segurança eletrônica

Em 2022, o setor de segurança eletrônica faturou R$11 bilhões, de acordo com a Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança; expectativa para este ano é  crescer dois dígitos O ano de 2023 foi muito desafiador para a economia em geral, com exceção do agro. Entretanto, a expectativa

Mercado de segurança eletrônica projeta curva de crescimento em 2024 

Para o ano que vem, a aposta é que o setor cresça dois dígitos; CEO da Veolink está otimista e reforça investimentos da empresa em inovações tecnológicas Neste ano de 2023, a Veolink investiu pesado em inovação tecnológica dos produtos próprios como a plataforma de gestão de acesso Nautilus, uma