Confira a importância do Sistema de Detecção de Incêndio para empresa

Apesar do sistema de detecção de incêndio ser considerado por muitos administradores de condomínios e empresas como somente mais uma imposição legal a ser realizada, isto está longe de ser verdade. Ele possibilita diversas vantagens para a segurança do prédio e evita muitos transtornos. Quer saber mais sobre os tipos de equipamentos, suas finalidades específicas para cada ambiente e os benefícios que eles podem trazer?

Então acompanhe este texto e descubra porque sistemas de prevenção de incêndio são tão importantes em qualquer empreendimento. E saiba também, como a Veolink está auxiliando de forma gratuita a comunidade de segurança patrimonial neste momento de crise mundial. Confira!

Prevenção a incêndios: um assunto sério

 

Os incêndios, além de serem imensamente perigosos para as pessoas, podem gerar diversos prejuízos. As chamas são capazes de se alastrar rapidamente e as providências para o seu combate, são muito arriscadas para pessoas despreparadas. Sendo a melhor forma de prevenção impedir que ela se inicie e se instaure, o propósito da aplicação de sistemas de incêndio é de se certificar que os responsáveis sejam notificados para atuarem ao mínimo sinal de fumaça ou fogo.

Benefícios do sistema de detecção de incêndio

A principal vantagem de um Sistema de Detecção e Alarme de Incêndios (SDAI) é a conservação das vidas localizadas no ambiente, pois as pessoas são instruídas a deixar o imóvel o mais rápido possível, assim que o alarme é disparado. Com o espaço vazio, fica mais simples para os grupos responsáveis agirem e enfrentarem as chamas.

A brigada de incêndio pode pôr em prática as providências iniciais antes que o fogo se expanda, fazendo o sistema contribuir para a preservação das vidas, sem contar os bens materiais. Em diversas ocasiões, a brigada consegue extinguir as chamas antes mesmo da chegada do corpo de bombeiros.

Os riscos de não ter um sistema de incêndio

A lei NBR-17.240, elaborada pela ABNT, Associação Brasileira de Normas Técnicas, determina que o SDAI seja instalado para autorizar o funcionamento de alguns tipos de empresas, como por exemplo empreendimentos com alto risco ou cuja a área superar os 540 m². Outro aspecto importante é que o Sistema de Detecção de Incêndio, diferente de sistemas de câmeras, necessita de aprovação do projeto pelo corpo militar de bombeiros.

Deste modo, sem essa corroboração, o estabelecimento fica proibido de funcionar, mesmo já tendo instalado os equipamentos. Mesmo que não seja uma exigência da lei para as empresas menores, a ausência de um sistema desses pode atrasar a localização do princípio do incêndio, permitindo que as chamas se espalhem, fujam do controle e ocasionem riscos para as pessoas e danos materiais.

Equipamentos do Sistema de Detecção de Incêndio

Os sistemas designados a prevenir incêndios dispõem de um painel central de controle que recebe o reporte de equipamentos como detectores de fumaça, de fogo, entre outros, e estabelece conexão com os  sistemas de prevenção de perdas. Um Sistema de Detecção de Incêndio é composto por estes componentes essenciais:

Central de detecção e alarme

A Central de detecção e alarme é o elemento mais importante, o “cérebro” de uma solução de detecção de incêndio, pois sua função é assegurar um monitoramento robusto e permanente do estado dos sensores de detecção de incêndio. A recomendação portanto, é selecionar uma central que cumpra as expectativas quantitativas do projeto de incêndio específico de cada imóvel. A central deve também, necessariamente, funcionar regulamentada por regras técnicas próprias, como a de incluir mecanismos de tolerância a erros e redundância.

Sensores

Podem existir 3 tipos de sensores: de temperatura, de chamas, e de fumaça. O parâmetro mais importante na hora de escolher é a particularidade de cada ambiente a ser monitorado. É necessário se perguntar qual a condição que melhor e mais rapidamente indicará o começo de um incêndio.

O sensor de temperatura, que não necessita da presença de fumaça, nem da forma visível do fogo, a chama, pode ser usado, por exemplo, para detectar fogo em superfície de certos combustíveis líquidos, situação em que essas duas propriedades não existem. Há duas categorias: os sensores termovelocimétricos, que identificam variações bruscas de temperatura no local, e sensores que disparam quando a temperatura limite é alcançada ou ultrapassada. Em locais como em um datacenter, por exemplo, em que a temperatura é mais equilibrada, e que uma mudança abrupta qualquer na temperatura indique uma grande anomalia, a melhor opção pode ser um sensor termovelocimétrico.

O sensor de chamas supervisiona a irradiação de energia ultravioleta, uma radiação não visível ao olho humano, e que tem como possível origem o fogo. Ele é indicado, por exemplo, quando o local fechado já é naturalmente quente e o controle da temperatura não é o bastante para indicar o início de um incêndio. Desta forma, pode ser melhor combinar mais de um sensor para supervisionar o mesmo ambiente, descartando “falsos positivos” em seu Sistema de Detecção de Incêndio.

Diversos, mas não todos os tipos de combustão tem o fogo sendo seguido por emissão de fumaça preta, cinza ou branca. Para as situações que liberam fumaça, o sensor iônico, óptico ou combinado, indica a existência de um incêndio procurando pequenos resíduos suspensos que constituem a fumaça. Ou seja, se no ambiente já houver partículas em suspensão no ar, tipo pó ou minério, o detector de fumaça gerará disparos incorretos.

O sistema de detecção de incêndio da Veolink ainda conta com vídeos analíticos, um conjunto de câmeras especiais, que por meio de visão térmica e softwares de processamento de cores e formas, detecta um princípio de incêndio de maneira mais completa e eficiente.

Como a Veolink vem ajudando a comunidade segurança de forma gratuita com relação ao COVID-19?

A Veolink é uma integradora de sistemas de segurança e controle do Grupo Graber, que atua há mais de 40 anos no mercado de segurança, tornando-se líder no segmento. Por isso, a fim de prestar ajuda à comunidade de segurança, está oferecendo atendimento de consultoria de forma gratuita a todos os profissionais do setor que porventura estejam desenvolvendo soluções para suas respectivas empresas e que desejem se aprofundar e /ou tirar dúvidas .

Se você trabalha na área de Segurança Patrimonial e deseja contribuir com sua organização na elaboração de inovadoras soluções de segurança, aproveite os dias de home office e converse gratuitamente com nossos especialistas! Tire suas dúvidas e peça ajuda para seu projeto de arquitetura de Sistema de Detecção de Incêndio. Acesse nosso site e reserve um horário com nossos especialistas.

Gostaria de conhecer mais soluções da Veolink para a prevenção de incêndio na sua empresa? Então entre em contato com os nossos especialistas e adquira o sistema ideal e mais seguro para o seu negócio!

ARTIGOS RELACIONADOS

Veolink implanta base avançada no Centro-Oeste

O agronegócio brasileiro vem em crescimento ano após ano, colocando o Brasil como uma das potências mundiais do setor e grande produtor e exportador de diferentes produtos, como celulose, café, soja, milho, carne bovina, açúcar e suco de laranja. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE),

Saiba quais as vantagens de um sistema de segurança customizado

O tema segurança nas indústrias é extremamente relevante, pois toda organização – independentemente do setor em que se encontra- precisa dela para operar bem. Desde grandes siderúrgicas, passando por empresas portuárias e de transporte, refinarias e até mesmo universidades precisam de um plano que minimize riscos aos seus funcionários e

2024 será um bom ano para o mercado de segurança eletrônica

Em 2022, o setor de segurança eletrônica faturou R$11 bilhões, de acordo com a Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança; expectativa para este ano é  crescer dois dígitos O ano de 2023 foi muito desafiador para a economia em geral, com exceção do agro. Entretanto, a expectativa

Mercado de segurança eletrônica projeta curva de crescimento em 2024 

Para o ano que vem, a aposta é que o setor cresça dois dígitos; CEO da Veolink está otimista e reforça investimentos da empresa em inovações tecnológicas Neste ano de 2023, a Veolink investiu pesado em inovação tecnológica dos produtos próprios como a plataforma de gestão de acesso Nautilus, uma