Como se dá o processamento analítico de um vídeo captado por um CFTV?

Entenda como funciona o processamento analítico de um vídeo captado por um CFTV

Ao falar sobre Circuito Fechado de Televisão (CFTV), é essencial compreender o funcionamento das câmeras que este sistema utiliza e quais são os diferenciais das imagens captadas. Como se sabe, este é um dos métodos mais utilizados para a vigilância de empresas e indústrias, pois permite o acompanhamento completo e em tempo real de tudo o que acontece nas áreas monitoradas.

Com a captação das imagens, que posteriormente passam pelo sistema analítico, pode-se observar de maneira clara alguns detalhes que nem sempre seriam capturados pelo olho humano. É uma forma eficaz e moderna de aprimorar os serviços de proteção, utilizando a tecnologia a favor da segurança.

O processamento analítico das imagens capturadas pelos sistemas de CFTV tem como objetivo extrair das imagens brutas todas as informações que possam ser úteis e valiosas para a ação da equipe de vigilância encarregada do monitoramento.

Este processamento pode ocorrer de forma local, embarcado na câmera; em borda, em um equipamento próximo, como um Network Video Recorder (NVR); ou em nuvem. Além disso, a análise pode estar baseada em um algoritmo clássico ou em inteligência artificial, a partir das redes neurais. Esta é uma tecnologia capaz de funcionar de diferentes formas, com soluções personalizadas para a necessidade de cada local. Porém, independente da maneira escolhida, é importante saber que o sistema é treinado para reconhecer a partir das imagens situações de risco com o intuito de prevenir as ações indesejadas.

O que é analisado neste processamento

Entre os exemplos mais corriqueiros de ações que podem ser detectadas pelo processamento analítico de um vídeo estão a detecção de invasão em áreas restritas, reconhecimento facial ou de placa veicular, identificação de características pessoais, como cor da roupa, uso de óculos, mochilas e etc., comumente usada em investigações de segurança. 

Nos últimos tempos, com o avanço da pandemia do Covid-19 e a necessidade de controlar as áreas de maior risco de contaminação, esse sistema também tem sido utilizado com o intuito de detectar aglomeração de pessoas, desrespeito ao distanciamento social e até mesmo ausência de máscara facial.

Através do sistema analítico de vídeo, o profissional de segurança pode observar em tempo real as imagens coletadas na área de monitoramento. Assim, caso seja visto qualquer alteração (como as citadas anteriormente), é possível tomar medidas para precaver danos futuros. Entre os recursos que podem ser acionados estão os alarmes sonoros, por exemplo. 

Com o software adequado, a equipe de segurança tem a capacidade de controlar de maneira assertiva a área desejada, traçar linhas virtuais para demarcar o perímetro e, assim, observar quaisquer alterações na normalidade, como presença de pessoas estranhas e até mesmo tentativas de furto, no caso da vigilância em empresas e indústrias.

A importância do sistema analítico de vídeo para a segurança de empresas e áreas públicas é incontestável. Com ele pode-se não apenas controlar as áreas desejadas e observar o comportamento dos indivíduos, como também prevenir possíveis ataques ou presenças indesejadas. 

Para saber mais sobre as possibilidades de segurança para a sua empresa, entre em contato com nossa equipe de especialistas.

ARTIGOS RELACIONADOS

Veolink implanta base avançada no Centro-Oeste

O agronegócio brasileiro vem em crescimento ano após ano, colocando o Brasil como uma das potências mundiais do setor e grande produtor e exportador de diferentes produtos, como celulose, café, soja, milho, carne bovina, açúcar e suco de laranja. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE),

Saiba quais as vantagens de um sistema de segurança customizado

O tema segurança nas indústrias é extremamente relevante, pois toda organização – independentemente do setor em que se encontra- precisa dela para operar bem. Desde grandes siderúrgicas, passando por empresas portuárias e de transporte, refinarias e até mesmo universidades precisam de um plano que minimize riscos aos seus funcionários e

2024 será um bom ano para o mercado de segurança eletrônica

Em 2022, o setor de segurança eletrônica faturou R$11 bilhões, de acordo com a Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança; expectativa para este ano é  crescer dois dígitos O ano de 2023 foi muito desafiador para a economia em geral, com exceção do agro. Entretanto, a expectativa

Mercado de segurança eletrônica projeta curva de crescimento em 2024 

Para o ano que vem, a aposta é que o setor cresça dois dígitos; CEO da Veolink está otimista e reforça investimentos da empresa em inovações tecnológicas Neste ano de 2023, a Veolink investiu pesado em inovação tecnológica dos produtos próprios como a plataforma de gestão de acesso Nautilus, uma