Segurança eletrônica é um caminho em evolução

A segurança eletrônica tem conquistado uma relevância cada vez maior em todas as verticais da economia brasileira, seja na indústria, comércio, serviços e, é claro, no agronegócio, grande protagonista da economia brasileira. Esse aumento da relevância se dá basicamente em função das novas tecnologias, que trazem ao mesmo tempo uma redução significativa nos custos de operação dos sistemas de segurança por meio da substituição de mão de obra de vigilância, portaria e recepção, bem como numa maior redução dos índices de perdas das empresas.

Se antes apenas bancos e grandes indústrias enfatizavam a segurança eletrônica em seus planejamentos, hoje podemos dizer, com certeza, que desde o pequeno empreendedor até grandes players sabem da importância disso para o seu negócio. O Brasil tem seus problemas na área de segurança, como em outros países, alguns mais outros menos, por isso, o setor de inovação e pesquisa dentro das empresas de segurança eletrônica é vital,.

“Somente por meio de soluções cada vez mais customizadas é possível oferecer uma evolução rápida e contínua de sistemas, compatíveis com as demandas específicas de cada cliente”, observa Claudio Gaspari, CEO da Veolink e especialista em segurança eletrônica.

Dessa forma, apenas as empresas realmente especializadas em segurança eletrônica possuem áreas de inovação e têm capacidade de oferecer aos seus clientes soluções realmente customizadas.

Esse é o caso da Veolink que há mais de vinte anos desenvolve e implementa soluções customizadas por meio do seu Departamento de Inovação, onde está alocada a área de pesquisa e desenvolvimento além, é claro, oferecer customizações, integrações, configurações e instalações das melhores e mais modernas tecnologias disponíveis em nível mundial.

“A busca incessante de novas soluções cada vez mais econômicas e eficazes, aliada à capacitação constante das nossas equipes de campo, permite a Veolink atuar em todo o território nacional, oferecendo ferramentas de segurança eletrônica cada vez mais poderosas para todas as verticais da economia, sempre focadas na redução de custos e mitigação de riscos”, ressalta.

Claudio Gaspari completa: “Além disso, nossa empresa oferece a seus clientes a possibilidade de ter nossos sistemas por meio de uma única taxa mensal, que inclui manutenção, evitando-se assim investimentos em uma área que não é a finalidade da empresa”.

Fonte:
Segurança eletrônica é um caminho em evolução | Revista Segurança Eletrônica (revistasegurancaeletronica.com.br)

ARTIGOS RELACIONADOS

Veolink implanta base avançada no Centro-Oeste

O agronegócio brasileiro vem em crescimento ano após ano, colocando o Brasil como uma das potências mundiais do setor e grande produtor e exportador de diferentes produtos, como celulose, café, soja, milho, carne bovina, açúcar e suco de laranja. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE),

Saiba quais as vantagens de um sistema de segurança customizado

O tema segurança nas indústrias é extremamente relevante, pois toda organização – independentemente do setor em que se encontra- precisa dela para operar bem. Desde grandes siderúrgicas, passando por empresas portuárias e de transporte, refinarias e até mesmo universidades precisam de um plano que minimize riscos aos seus funcionários e

2024 será um bom ano para o mercado de segurança eletrônica

Em 2022, o setor de segurança eletrônica faturou R$11 bilhões, de acordo com a Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança; expectativa para este ano é  crescer dois dígitos O ano de 2023 foi muito desafiador para a economia em geral, com exceção do agro. Entretanto, a expectativa

Mercado de segurança eletrônica projeta curva de crescimento em 2024 

Para o ano que vem, a aposta é que o setor cresça dois dígitos; CEO da Veolink está otimista e reforça investimentos da empresa em inovações tecnológicas Neste ano de 2023, a Veolink investiu pesado em inovação tecnológica dos produtos próprios como a plataforma de gestão de acesso Nautilus, uma